São Bartolomeu (oficialmente, Borba (São Bartolomeu)) é uma muito pequena freguesia portuguesa do concelho de Borba, com apenas 0,20 km² de área e 758 habitantes (2011).

Com 20,38 hectares (0,20 km²), esta é a freguesia de menor extensão de Portugal, tem ainda a particularidade de ser uma freguesia-enclave, está totalmente rodeada pelo território da freguesia da Matriz (cerca de 200 vezes mais extensa do que ela), com quem forma também a cidade de Borba, correspondendo esta ao seu núcleo mais antigo.

Com a extinção/agregação de várias freguesias em Portugal, São Bartolomeu de Borba é agora a única freguesia-enclave em Portugal.

S. Bartolomeu ou antiga comenda da Ordem de S. Bento de Avis, a Freguesia de S. Bartolomeu teve as suas origens numa pequena ermida situada fora dos muros da vila, que alguns autores recuam no século XV.

No ano de 1590, nesse primitivo edifício institui Filipe II, a requerimento da Câmara e depois de ser emitido parecer favorável do comendador da mesma ordem, o curato de S. Bartolomeu, que seis anos depois se elevou a priorado. Crê-se que nessa altura se iniciou a construção da nova igreja e a demolição da velha. O templo é de estilo renascença, com uma nave, revestida de ricos mármores coloridos e azulejos policromos do tipo tapete.